Livros Moçambicanos


Pensamento Pedagógico de Samora Machel, 2019



Moçambique Neoliberal, 2019


Mucinka, Revista Científica de Educação, Cidadania e Desenvolvimento, 2018

Este e o primeiro número de Mucinka (que na língua Elomwe falada no norte da Província de Zambézia significa 'bicicleta'): Revista de Educação, Cidadania e Desenvolvimento da Universidade Pedagógica, Delegação de Estudantes iniciada em 2018 e tem como principal objetivo promover o debate sobre temas de interesse social intelectual, valorizando uma investigação realizada por docentes e investidores desta e outras instituições nacionais e estrangeiras.



O voo dos fantasmas, 2018

Escritor, professor, designer, Mélio Tinga (1994) é natural de Maputo, onde trabalha e reside. Licenciado em Educação Visual pela Universidade Pedagógica, técnico em Gestão Bancária e Auditoria pelo Instituto de Formação Bancária de Moçambique. Co-fundador do DESIGN Talk e editor da Revista DEZAINE. Embaixador do Orange Corners Maputo.

Membro do Movimento Literário Kuphaluxa e colaborador permanente da Revista Literatas, fez parte de “O Hambúrguer que Matou Jorge - Antologia de Contos Criminais Moçambicanos” (2017). Um dos vencedores do Concurso de Letras de Música SensaSons (2012). Fundador e presidente da Associação de Jovens Escritores e Poetas – AJEP (2011). 

Estreia-se no campo da literatura com a obra  O Voo dos Fantasmas”.



O hambúrguer que matou Jorge, 2017

Antologia ilustrada de 15 contos criminais moçambicanos, O hambúrguer que matou Jorge. Publicado em Maputo: 19.09.2017 com o Centro Cultural Brasil-Moçambique. 

Ainda não tem a primeira antologia de ficção criminal/policial moçambicana? É fácil. Aquira, por apenas 400 meticais, o livro: O hambúrguer que matou Jorge e tenha acesso a uma multiplicidade de histórias com cenários criminais a moda moçambicana. 




©Ethale Publishing, 2019. 



Comments

Popular posts